h3.post-title {text-align: center; [Resenha] Meninas de 30 - Apenas uma Leitura

[Resenha] Meninas de 30

“Mas sabe como é,eu ainda dou uma de doida.Ainda enlouqueço.Tropeço,mas vou seguindo...Entre altos e baixos,vou seguindo.”


  Hey ,leitores! Primeira resenha de 2015 do Apenas uma Leitura...Que 2015 seja cheio de descobertas de novos livros, de novos autores e um ano lotado de resenhas aqui no blog! O livro que irei resenhar hoje é o Meninas de 30 da nossa autora parceira, Roberta de Souza.

A autora:



  Roberta de Souza é jornalista, crítica literária, locutora, colunista no Jornal Tanguá Notícias, revisora e copidesque de obras literária e jornais. Especializada em mídias sociais e assessoria de imprensa.

Sinopse:


  Marina, uma jovem balzaquiana, divide com os leitores suas ânsias, seus medos e duas loucas experiências. 

  Ao completar trinta anos, ela descobre outra mulher dentro dela – a Doida. Esta doida coloca Marina em situações cômicas e inusitadas. Além disso, ela resolve mudar toda sua vida e recomeçar. Tarefa nada fácil.Amores, amizades, dúvidas, encontros e desencontros marcam o compasso da história. Qualquer semelhança não é mera coincidência...

Resenha:

  O livro conta o dia a dia(desafios. conflitos, paixões) de Marina(Nina) uma mulher que acabou de entrar na “faixa dos 30”.A maioria das mulheres nessa idade estão realizando os sonhos que foram idealizados na adolescência: casando, formando uma família, construindo sua carreira profissional e etc...Mas é nessa fase que a mulher começa a se indagar do “porquê” de tudo: “Porque isso?” ou “Porque aquilo”...No livro Nina se ver cansada do seu relacionamento com seu marido e então se separa dele e passa a viver de novo na “zona dos solteiros” mas a pergunta é: Saberia ela, depois dos anos de casada conquistar outro cara? Ou melhor, seria ela, capaz de amar/se apaixonar por alguém de novo?
  Meninas de 30 nos mostra uma realidade presente não só para as mulheres de 30 anos, mas eu também para outras  meninas mulheres e/ou mulheres meninas. Eu, por exemplo, me identifiquei demais com a Marina... No livro, a Nina vive em conflito com ela mesma, melhor, com o subconsciente dela, e ela até nomeou de “Doida”. Doida, era o reflexo de Nina, era ela mesma se armando para não entrar em nenhuma armadilha da vida. Creio, que como eu, quem ler o livro saberá que a Roberta(autora) sabe do que está falando, ela é expert no assunto. No desenvolvimento do livro nos é mostrado um personagem que é bem engraçado, e parece que ele é um outdoor piscando e nos dizendo  “EI, ACORDA PARA A VIDA, PARA DE FICAR PENSANDO O QUE PODE OU NÃO ACONTECER SE VOCÊ TENTAR. SE VOCÊ SÓ ESPERAR, A HORA PODE NUNCA CHEGAR, SE ARRISQUE”.
  Quem já leu esse livro sabe que facilmente podemos encontrar situações que parece que a Roberta nos vigiou e escreveu sobre a gente, e ao mesmo tempo percebemos que as mulheres são bem semelhantes...As mulheres, em maioria, passam pelos mesmos conflitos em certas idades, vivenciam “micos” iguais e compartilham experiências semelhantes.
  Nesse livro a Roberta nos fala com uma escrita e diálogos leves, nos apresenta humor e angustia em alguns trechos. O livro é bem curto e quando ele acaba você fica querendo mais... Precisa dizer que eu adorei o livro? Espero que a partir dessa resenha vocês tenham o interesse de ler o livro, que é maravilhoso, vocês também podem ler o Caderninho de Frases de Meninas de 30,em que tem várias frases que vocês irão amar!
Roberta, muito sucesso para você, linda!!!
Abraços!!!


2 comentários

  1. Boa gostei do livro "MENINAS DE 30", quando eu tinha esta idade comecei a fazer tipo Nina, e tbm me via rindo de mim mesma, acho q todas as pessoas( mulheres) q ler este livro vão se identificar como eu ( agora estou mais tranquila, mas tbm estou com 52) adoraria ler este livro, parabéns a autora, amei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita! Quando ler volta aqui!

      Excluir

Topo