h3.post-title {text-align: center; [Resenha] Maze Runner- Correr ou Morrer - Apenas uma Leitura

[Resenha] Maze Runner- Correr ou Morrer

"Às vezes não prestamos atenção nas coisas que não acreditamos que possam acontecer"


Olá leitores! Início da semana... Como vocês estão? A resenha de hoje é do livro Correr ou Morrer de James Dashner, da saga Maze Runner. Eu já tinha li o livro antes, mas não tive a oportunidade de resenhá-lo, então, li de novo para trazer essa resenha para vocês!

O autor


James nasceu e cresceu na Geórgia, mas agora vive nas Rocky Mountains com sua família. Ele tem quatro filhos, que alguns podem pensar que é demais, mas ele acha que é a medida certa. James estudou contabilidade e trabalhou no campo das finanças, mas ficou escrevendo durante vários anos.

Em seu tempo livre, James gosta de ler, assistir a filmes e programas de TV e ler. Acima de tudo, ele é grato e começa a ganhar a vida escrevendo histórias. James considera-se praticamente o cara mais sortudo do planeta.
Sinopse

 Ao acordar dentro de um escuro elevador em movimento, Thomas não consegue lembrar nem de seu nome. Sua memória está completamente apagada. Mas ele não está sozinho. Quando a caixa metálica chega a seu destino e as portas se abrem, Thomas se vê rodeado por garotos que o acolhem e o apresentam à Clareira, um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Assim como Thomas, nenhum deles sabe como foi parar ali, nem por quê. Sabem apenas que todas as manhãs as portas de pedra do Labirinto que os cerca se abrem, e, à noite, se fecham. E que a cada trinta dias um novo garoto é entregue pelo elevador. Porém, um fato altera de forma radical a rotina do lugar - chega uma garota, a primeira enviada à Clareira. E mais surpreendente ainda é a mensagem que ela traz consigo. Thomas será mais importante do que imagina, mas para isso terá de descobrir os sombrios segredos guardados em sua mente e correr, correr muito.

Resenha

Correr ou Morrer é narrado em terceira pessoa, por um narrador onisciente que nos relata opiniões, pensamentos e impressões dos personagens. O personagem em foco principal é o Thomas, não posso escrever um sobrenome ou nome dos seus pais se a única coisa que o garoto lembra é seu primeiro nome.

Thomas acorda em um "elevador" em movimento e não se lembra de de nada, "Onde poderia está suas lembranças? Onde ele estava? Quem ele era?". De repente, o "elevador" para de se movimentar e algo abre a porta... ou melhor, alguém abre a porta. Thomas estava atormentado e cercado de outros garotos, em diferentes idades, ele se preocupou em examinar o lugar e percebeu que estava rodeado por enormes muros com heras espessas. Ele estava confuso e não conseguia organizar suas idéias, mas queria saber que lugar era aquele, quem eram aqueles garotos, o que ele estava fazendo ali e quem era ele....Thomas observava portas nos grandes muros, e também observava o comportamento dos outros garotos, eles usavam algumas expressões desconhecidas por ele, como "trolho", "fedelho", "mértila" e etc. Os garotos falavam algo sobre Thomas ser o "novato" do mês e eles estarem em um lugar chamado Clareira. O que todos os garotos tinham em comum? Nenhum deles sabiam quem eram antes de pararem naquele lugar, e apenas lembravam de seus nomes.

Alby era o líder dos Clareanos(como os garotos se chamavam) e tinha que dar algumas instruções para Thomas, o novato, uma dessas instruções era NUNCA ir além dos muros. "Mas o que será que tinha além daqueles muros? O que havia de tão misterioso naquele lugar que aqueles garotos não o contavam?". E a resposta? Ele mesmo pode ver, aqueles muros de metros de altura se movimentando, interceptando qualquer entrada/saída(portas) daquele lugar e mais tarde descobriria que além daqueles muros existia um labirinto. Mas não um labirinto qualquer, o labirinto era estudado(pelos Clareanos) há dois anos e não encontraram nenhuma saída, pior, o labirinto mudava de forma todos os dias e lá habitavam monstros que os Clareanos chamavam de Verdugos. Os Verdugos eram criaturas com anatomia animal e mecânica, ao mesmo tempo, e que picavam Clareanos, ou os levava à morte.

Nem todos Clareanos eram destemidos há ponto de entrarem em um labirinto imprevisível com enormes Verdugos que os matariam em um segundo, por isso, os responsáveis por todos os dias entrarem no labirinto e explorá-lo, estudá-lo, e voltar todos os dias antes que as portas fechem, são os Corredores. Os Corredores são liderados por Minho, e há dois anos eles tentam encontrar uma forma de sair daquele lugar, exploram o labirinto, o estudam, desenham mapas, depois tentam encontrar padrão mas tudo sem sucesso.

As coisas funcionavam no labirinto, as atividades eram divididas e para cada atividade havia um Encarregado, as regras eram claras: se houvesse desrespeito às regras, o Clareano iria para o Amansador(prisão) por um tempo ou poderia ser banido da Clareira(para o labirinto). Thomas estava cada dia com mais dúvidas sobre a Clareira e o Labirinto e sabia que queria ser um Corredor, apesar de todo seus medos. Mas riam dele quando ele falava isso, zoavam ele. Thomas fora acusado de algumas coisas que aconteceram no Labirinto, como um clareano ser picado ao dia e após passar pela Transformação(depois de serem picados, é injetado o soro da dor nos Clareanos, e enquanto isso faz efeito eles têm alguns flashes de suas memórias) acusa Thomas de trabalhar junto com os Criadores(pessoas que os colocaram lá), então as coisas não eram boas e fáceis  para Thomas.

Tudo muda quando a caixa que Thomas veio a Clareira começa a fazer barulho, e os Clareanos ficaram apreensivos, pois a entrega de suprimentos tem dia certo e o trolho do mês já tinha chegado. O que eles viram na Caixa foi assustador para eles: um novo fedelho, uma garota, e pelo que parecia uma garota morta. Mas ela não estava morta e vinha com dois avisos: Ela era a última e Tudo iria mudar.

São muitas as aventuras desse grupo, tentando escapar da Clareira e descobrir quem eles eram. Se eu escrever mais vou dar muitos spoillers, e acreditem, ainda tenho muito para falar desse livro.

Vocês sabem que eu sou apaixonada por distopias, e não aconteceu diferente com Maze Runner. eu sou completamente louca por essa história. Tinha algumas partes do livros que eu não aguentava ler como algumas falas estupidas do Thomas, mas fora isso o livro me tirou o folego do começo ao fim. As revelações sobre o Labirinto, os Criadores e tudo por trás da Clareira. Esse livro é daqueles que devemos ler novamente. O ponto forte do livro é a fraternidade que existe entre os garotos da Clareira, a força que eles têm, o quão destemidos são até quando estão com as calças cheias de plong rs. É sério, vocês não irão se arrepender se lerem Correr ou Morrer... Preciso ler o próximo livro, urgentemente. Depois comento mais sobre Maze Runner com vocês!

Beijos e boa semana!

2 comentários

  1. Adoro essa série, apesar de ter esperado mais do último livro, a história é cheia de segredos, e vai poupando o folego por que o segundo tem bem mais ação.
    Beijos!!!

    http://follow-and-breath.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiaiai, começarei o segundo próxima semana. Beijos!!

      Excluir

Topo